QUEM SOMOS

 

Entre os anos de 1929 e 1931, o jovem Francisco José Dias Lima, ou melhor, Chico Quintino como era conhecido, estudava em São Paulo e ocupava suas horas de lazer freqüentando algumas piscinas - na verdade tanques adaptados- prática esta que se tornou constante para esse moço que, no transcorrer de sua vida, seria um amante dos desportos e da natureza. Consta que, um de seus colegas lhe sugeriu a construção de uma piscina em Mococa para o seu divertimento e também dos seus!

 
O jovem Chico Quintino retornando à terra natal convenceu seu pai – Major José Quintino Pereira- para que cedesse um terreno para a construção da piscina e financiasse a empreitada.
Já em 1932, conforme contava o saudoso Saulo pereira Lima, com o Major já convencido, um local passou a ser procurado para o início das obras.
Assim em maio de 32 foi iniciada a construção da piscina, logo com os trabalhos interrompidos em razão da Guerra paulista iniciada em 9 de julho e tão logo terminado o conflito- em outubro- os trabalhos foram retomados.

 
Em janeiro de 1934, a um preço final de 383 contos de réis a piscina estava totalmente pronta - dimensão semi/olímpica com torre para saltos, escorregador e totalmente azulejada - e já considerada na época, a mais moderna piscina particular construída no estado de São Paulo, qçá no Brasil!

 
A inauguração foi marcada para 31 de março de 1934, sábado de aleluia. A festividade foi abrilhantada pela presença da consagrada nadadora Maria Lenk na época a mais famosa nadadora do país e sua irmã. Compareceu também a Filarmônica Recreativa Mocoquense e houve evoluções de aviões da Esquadrilha do Exército. Foi realizada então a primeira competição/demos tração de natação que envolveu a equipe de Mococa representada pela emergente Associação Sportiva Mococquense e a ACCP- Associação Casabranquense de Cultura Phisica. No domingo de páscoa foi realizada mais uma competição envolvendo apenas os atletas mocoquenses dividos por bairros.

 
Terminada toda essa festividade, ou seja, a inauguração da maior piscina particular já construída, começou-se a pensar o que fazer com aquele “piscinão”!?

 
Pensou-se então na constituição de uma associação que congregasse aqueles interessados na prática da natação. Assim Chico Quintino conclamou seus amigos para organizarem uma associação para utilização da piscina e também para o custeio de sua manutenção. Em 1º de maio, na residência do Major José Quintino Pereira com a presença de ilustres mocoquenses foi lavrada uma escritura de doação do terreno da piscina para uma associação a ser constituída e elaborada os estatutos. Em 13 de maio, em Assembléia dos Fundadores fez-se a leitura dos Estatutos que iriam reger a nova sociedade que foi aprovada por unanimidade e, logo a seguir, foi realizada a eleição - por escrutínio secreto- da primeira Diretoria da Associação Esportiva Mocoquense. Seus membros eram: presidente: Antonio Lima Figueiredo, vice presidente: Dr José Octaviano de Figueiredo; 1º secretário: Nelson de Oliveira Carvalho; 2º secretário Dr. João Ferraz Monteiro; 1º tesoureiro: Octavio Pinho; 2º tesoureiro: Luciano Marchese; Conselho Fiscal: Dr Jacinto Taliberti, Agilberto de Figueiredo Santos e Dr Manoel Carlos de Siqueira.

 
Já no mês de junho, em gozo de férias anuais, visitou Mococa , o professor Carlos Campo Sobrinho, da Associação Atlética de São Paulo, e que começou a ministrar as primeiras lições e treinamentos para a natação competitiva.

 
Neste mesmo ano, em dezembro, foi inaugurada moderna Quadra de Tênis – que também seria utilizada como “ring” de patinação – construída às expensas do Dr. Américo Pereira Lima e doada a A.E.M.
Fato interessante ocorreu em abril de 1935, no âmbito das duas diretorias, foi discutida a fusão da AEM com o Radium Futebol Clube. A proposta não foi adiante, chegando a ser publicada uma carta aberta de um ex dirigente do Radium, condenando a tal fusão.

 
Assim foi o primeiro ano de existência da AEM.

 

A Associação Esportiva Mocoquense, sempre bem dirigida com administrações transparentes e que levaram a ser hoje com seus 79 anos de existência um dos mais completos clubes de todo o Estado.

 

Sua tradição faz com que hoje Mococa sedie, anualmente, o segundo maior Campeonato Brasileiro de Natação em importância e valor, só superado pelo Troféu Brasil, transformando Mococa na Capital Mundial da Natação Infanto-Juvenil.

 
A Associação Esportiva Mocoquense é uma instituição sem fins lucrativos, com a finalidade principal de serviços de lazer, cultura e esporte para os seus associados.

 
Um clube de primeiro mundo situado no mais importante Estado do Pais. A Associação Esportiva Mocoquense não tem essa fama por acaso. Sua grandiosidade é fruto de muito trabalho, dedicação e uma das mais completas infraestruturas de esportes e lazer que atendem os associados.

 
Pensando nisso, a Associação Esportiva Mocoquense passa por constantes reformas, se adaptando aos dias atuais e sempre visando o bem estar de seus associados.

 
O Clube conta hoje com mais de oitenta funcionários, sempre disponíveis para bem atender os seus associados.

 
A AEM conta ainda com um completo parque aquático com piscina de 50 metros, "Olímpica",  onde é disputado o Troféu Chico Piscina em que já nadaram atletas como Ricardo Prado e Gustavo Borges; piscina de 25 metros, onde acontece o Troféu Kim Mollo e mais três piscinas, sendo uma infantil, uma de biribol e uma com um toboágua.

 
O associado ainda pode desfrutar de uma completa academia de musculação e ginástica, quiosque para festas, parque infantil, salão social, biblioteca, sauna, campos de futebol, quadras de tênis, ginásio poli-esportivo, quadra poli-esportiva coberta, quadra poli-esportiva aberta e quadra de areia. Além disso, os associados poderão ficar à vontade com sua família em ambientes agradáveis e seguros como o calçadão, salão social e o quiosque.

 
É com toda essa estrutura que a AEM deseja cada vez mais oferecer o que há de melhor aos seus associados.
 

A AEM desde a sua inauguração foram décadas de muito trabalho, conquistas e transformações. Para que o nosso clube se tornasse um dos melhores do Estado de São Paulo foi preciso à dedicação de vários homens que fizeram parte da nossa história sendo presidente da AEM.

 

Prestamos aqui uma homenagem a quem, por amor à AEM, dedicou parte de sua vida a administrá-la.

CLARA
CLARA
CLARA
CLARA
CLARA
CLARA
CLARA
CLARA
CLARA
CLARA
CLARA
CLARA
CLARA
CLARA
CLARA
CLARA
CLARA
CLARA
CLARA
CLARA
CLARA
CLARA
CLARA
CLARA
CLARA
CLARA
CLARA
CLARA
CLARA
CLARA
CLARA

 


NOSSA MISSÃO

A AEM tem por finalidade proporcionar aos seus associados e funcionários uma melhor qualidade de vida, por meio da prática de atividades físicas, competitivas e recreativas bem como a realização de atividades sociais culturais e de lazer.